Postado em: 20 de abril de 2017

Ceará: CGE realizará auditoria nas atividades do TCE no âmbito do PforR

A equipe é composta pelos auditores Alex Aguiar Lins e Elayne Cristina Chaves Cavalcante, sob a orientação do auditor Carlos Eduardo Guimarães Lopes e a coordenação do auditor George Dantas Nunes

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE) apresentou, nesta quinta-feira (20), a equipe de auditores responsável pela condução da atividade de auditoria referente aos projetos financiados com recursos do Programa para Resultados (PforR) e do Projeto São José III, ambos financiados pelo Banco Mundial, nos quais o Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) figura como beneficiário/executor.

A equipe de auditores foi acompanhada pelo secretário de Estado Chefe da CGE, Flávio Jucá, e pelo coordenador de Auditoria Interna Governamental da CGE, George Dantas Nunes, que fizeram a apresentação formal dos auditores ao presidente do TCE, Edilberto Pontes.

“É a segunda vez que a CGE realiza este tipo de auditoria para o Banco Mundial. É mais um avanço entre a relação entre os órgãos de controle e um reconhecimento da excelência das ações desenvolvidas pela CGE”, ressalta o secretário Flávio Jucá.

A equipe é composta pelos auditores Alex Aguiar Lins e Elayne Cristina Chaves Cavalcante, sob a orientação do auditor Carlos Eduardo Guimarães Lopes e a coordenação do auditor George Dantas Nunes. O grupo atenderá às exigências do Banco Mundial no acompanhamento dos programas financiados pela instituição.

As atividades de auditoria serão realizadas a partir do dia 25 de abril, oportunidade em que a equipe receberá os documentos relativos às aquisições efetuadas pelo TCE no exercício de 2016, no âmbito dos projetos mencionados, assim como os correspondentes processos de pagamento, para dar início aos trabalhos.

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação da CGE – (85) 3101-3474
Flávia Salcedo – Coordenadora de Comunicação (flavia.salcedo@cge.ce.gov.br)
Twitter: @ComunicacaoCGE
Facebook: www.facebook.com/CgeCeara

Mais informações sobre o Conaci:

Ane Ramaldes
Assessora de Comunicação
E-mail: comunicacao@conaci.org.br
Telefone: (27) 99973-4547

Postado em:

Ceará: Sistema Público de Relacionamento com o Cidadão chega à fase de desenvolvimento

Cidadãos poderão testar as ferramentas já disponíveis pela primeira vez

O Governo do Estado do Ceará, por meio da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), realizará na próxima terça-feira (25), a primeira demonstração pública do novo Sistema de Relacionamento com Cidadão do Estado do Ceará. O sistema, que está sendo desenvolvido pela empresa Caiena Tecnologia e Design, será exposto para demonstração interativa para os cidadãos que utilizam o Vapt Vupt do bairro Antônio Bezerra.

Na ocasião, os cidadãos poderão utilizar o novo sistema para acessar informações sobre temas como saúde, educação e gastos públicos, além de registrar manifestações nos canais de Ouvidoria do Governo. Ao final de cada acesso, será emitida uma pesquisa de satisfação que avaliará o desempenho das ferramentas. Com a aplicação da pesquisa, a Caiena adaptará o sistema já em processo de construção às necessidades do cidadão.

Para o secretário de Estado Chefe da CGE, Flávio Jucá, com o novo sistema o cidadão poderá participar mais efetivamente da gestão pública, acompanhando as ações realizadas pelo Estado. “Com ele, nós pretendemos em um só ambiente de interface, unir o Portal da Transparência do Estado, a Ouvidoria e o Serviço de Informação ao Cidadão (SIC), oferecendo um serviço de maior qualidade ao cidadão, através de uma linguagem fácil e acessível, e disponibilizando ainda serviços de cruzamento de dados, ambientes de discussão e acesso a redes sociais”, ressaltou.

Especialistas

Uma equipe de especialistas foi reunida para atender às necessidades específicas do projeto. Profissionais como Fabiano Angélico, especialista em transparência e Lei de Acesso à Informação, e Luciana Zaffalon, especialista em Ouvidoria, integram a equipe composta pela Caiena, junto de especialistas de tecnologia da informação, design, gestão de dados e administração pública.

O especialista Fabiano Angélico considera que a Transparência produz governos melhores, pois permite avaliações mais precisas sobre as políticas públicas a partir das informações disponibilizadas. “Com estas avaliações e análises, as gestões podem fazer correções de rumo, o que resulta em melhores políticas que gerarão bem-estar coletivo. A Transparência também permite a diminuição de atos de corrupção, além de esclarecer o cidadão sobre o funcionamento das instituições governamentais”, pontuou.

Saiba mais

O Sistema Público de Relacionamento com o Cidadão permitirá que os cidadãos de todo o Estado registrem manifestações, como reclamações, denúncias ou elogios à Ouvidoria. Outra funcionalidade integrada ao Sistema será o Portal da Transparência, por meio do qual os cidadãos poderão acessar informações sobre serviços como saúde, educação e gastos públicos, por exemplo. Além desta, a ferramenta de Acesso à Informação ficará disponível para que os cidadãos possam solicitar dados que não constem no Portal da Transparência.

O Sistema está sendo desenvolvido pela Caiena – Tecnologia e Design, sob gestão da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE), por meio de uma operação de crédito firmada entre o Governo do Estado do Ceará e o Banco Mundial, no âmbito do Programa para Resultados (PforR)

Serviço

Data: 25 de abril de 2017.
Horário: 8h00 – 17h00, mesmo horário de funcionamento do Vapt Vupt.
Local: Vapt Vupt – Rua Demétrio Menezes, 3750 – Antônio Bezerra, Fortaleza

 

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação da CGE – (85) 3101-3474
Flávia Salcedo – Coordenadora de Comunicação (flavia.salcedo@cge.ce.gov.br)
Twitter: @ComunicacaoCGE
Facebook: www.facebook.com/CgeCeara

Mais informações sobre o Conaci:

Ane Ramaldes
Assessora de Comunicação
E-mail: comunicacao@conaci.org.br
Telefone: (27) 99973-4547

 

Postado em:

São Paulo: Sistema Web Denúncia é apresentado no Encontro dos Controladores Internos das Empresas, Autarquias e Fundações

O Web Denúncia é uma das ações do Fórum de Combate à Corrupção no Estado de São Paulo (FOCCOSP)

O Web Denúncia – sistema eletrônico acessível pela internet no qual o cidadão pode denunciar situações de corrupção e lavagem de dinheiro a instituições públicas, como Ouvidorias, Polícias e Ministério Público – foi apresentado por Manuella Soares Ramalho, da Ouvidoria Geral do Estado (OGE), aos participantes do Encontro dos Controladores Internos das Empresas, Autarquias e Fundações do Estado de São Paulo, realizado na última quarta-feira, dia 19 de abril, no Auditório do Arquivo Público do Estado de São Paulo.

O evento, aberto por Ivan Agostinho, presidente da Corregedoria Geral da Administração, também contou com a participação de Regina Helena Piccolo Cardia, coordenadora do Comitê de Ética da Sabesp, que ministrou palestra sobre “Código de Ética e Conduta”. Entre os participantes, estiveram representantes do IPT, Detran e Fundação Casa.

Anunciado oficialmente em 9 de dezembro passado, o Web Denúncia é uma das ações do Fórum de Combate à Corrupção no Estado de São Paulo (FOCCOSP) e sua implantação ficou a cargo da OGE, integrante do FOCCOSP. Quem deseja fazer uma denúncia pode utilizar o link disponível no site da OGE (www.ouvidoriageral.sp.gov.br) e nos sites das entidades participantes, que direcionam o usuário e permitem o registro da sua manifestação.

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação da OGE-SP
E-mail: renatamartinho@sp.gov.br
Telefone: (11) 2089-8295
Site: www.ouvidoriageral.sp.gov.br

Mais informações sobre o Conaci:

Ane Ramaldes
Assessora de Comunicação
E-mail: comunicacao@conaci.org.br
Telefone: (27) 99973-4547

Postado em: 19 de abril de 2017

Ceará: Relatórios de Gestão de Ouvidoria e Transparência são apresentados em reunião da Rede de Controle Social

A apresentação dos documentos aconteceu durante a 2ª Reunião da Rede de Fomento ao Controle Social do Estado do Ceará

Foram apresentados, nesta quarta-feira (19), os dados consolidados dos relatórios de Gestão de Ouvidoria e de Transparência do Poder Executivo Estadual referente ao ano de 2016. A apresentação aconteceu durante a 2ª Reunião da Rede de Fomento ao Controle Social do Estado, no auditório da Secretaria do Planejamento e Gestão (SEPLAG).

A assessora técnica da Célula de Acesso à Informação da CGE, Michelli Fernandes, e o orientador da Célula de Ouvidoria, Jean Lopes, expuseram um balanço das manifestações recebidas durante o ano, além de ações realizadas no âmbito de Ouvidoria e Acesso à Informação.

“Os relatórios de ouvidoria dão uma visão dos resultados das atividades das ouvidorias setoriais enquanto ferramenta de gestão, sendo uma oportunidade para que os ouvidores apresentem sugestões e recomendações para a melhoria do serviço público e aprimoramento dos processos institucionais”, afirmou o orientador de Ouvidoria, Jean Lopes.

“É uma forma ainda de posicionar os cidadãos e a gestão do órgão quanto ao perfil das manifestações de forma quantitativa e qualitativa, bem como os procedimentos adotados e as dificuldades detectadas no tratamento e resolução das demandas”, ressaltou ainda o orientador.

Saiba mais 

Ainda durante a reunião, o secretário de Estado Chefe da CGE, Flávio Jucá, aproveitou para destacar o papel da Rede de Fomento ao Controle Social do Estado. ”Sempre destacando a importância do trabalho em rede, fico feliz em ver que o Estado do Ceará está sendo utilizado como exemplo para outras ações no país. Recentemente, em uma reunião do Conaci em Rondônia, foi discutida a importância e a eficiência do modelo de trabalho em rede, onde a Rede de Fomento ao Controle Social foi citada como exemplo”.

Também durante o encontro o coordenador de Fomento ao Controle Social da CGE, Ítalo Brígido, apresentou aos membros da rede um resumo das atividades desenvolvidas durante a Semana de Ouvidoria e Acesso à Informação da Ouvidoria-Geral da União (OGU), que aconteceu em Brasília, durante os dias 14, 15 e 16 de março.

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação da CGE – (85) 3101-3474
Flávia Salcedo – Coordenadora de Comunicação (flavia.salcedo@cge.ce.gov.br)
Twitter: @ComunicacaoCGE
Facebook: www.facebook.com/CgeCeara

Mais informações sobre o Conaci:

Ane Ramaldes
Assessora de Comunicação
E-mail: comunicacao@conaci.org.br
Telefone: (27) 99973-4547

 

 

Postado em:

Mato Grosso: Ouvidoria tem mais de 5.800 participações no primeiro trimestre

Das 5.852 participações sociais, 3.104 foram solicitações relacionadas a andamentos de processos e esclarecimentos de dúvidas sobre como acessar serviços públicos

A Rede de Ouvidorias do Governo de Mato Grosso recebeu 5.852 participações sociais no primeiro trimestre de 2017. A maioria das demandas foram solicitações relacionadas ao andamento de processos e esclarecimentos de dúvidas sobre como acessar serviços públicos. Os dados são da Controladoria Geral do Estado (CGE), órgão responsável pela coordenação da atividade de Ouvidoria no Poder Executivo Estadual.

Das 5.852 participações sociais, 3.104 foram solicitações relacionadas a andamentos de processos e esclarecimentos de dúvidas sobre como acessar serviços públicos; 1.857 reclamações; 601 denúncias; 145 elogios; 84 pedidos de informação; e 61 sugestões.

A maioria dos temas das manifestações tem relação com os seguintes órgãos e entidades estaduais: Fazenda (Sefaz), Educação (Seduc), Detran, Saúde (SES), Gestão (Seges), Junta Comercial (Jucemat) e Meio Ambiente (Sema).

O superintendente de Ouvidoria da CGE, Christian Pizzatto de Moura, ressalta que a CGE defende a participação popular na gestão pública como instrumento de controle pela melhoria dos serviços prestados à sociedade. Por isso, tem buscado cada vez mais orientar a Rede de Ouvidorias a atender a população de maneira clara, rápida e resolutiva.

Dentre resultados efetivos, um exemplo é que a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) arrecadou no ano de 2016 R$ 12 milhões em multas geradas a partir de denúncias recebidas pela Ouvidoria sobre desmatamento ilegal, pesca irregular e prática de queimadas.

Instrumento de gestão

Outro foco da Ouvidoria do Estado é atuar como instrumento de gestão pela melhoria dos serviços públicos. Nesse sentido, um exemplo é o da Setorial da Sefaz, que em 2016 passou a produzir relatório sobre as principais demandas do cidadão na Ouvidoria, com as devidas sugestões de aprimoramento.

Uma das melhorias impulsionadas por demandas na Ouvidoria foi a implantação do Serviço de Atendimento ao Contribuinte (SAC) também via e-mail (e não somente por telefone) para tirar dúvidas sobre legislação e procedimentos tributários. A ideia é diversificar e facilitar o atendimento, sobretudo, aos contribuintes domiciliados fora do Estado, já que mais de 30% das demandas da Ouvidoria são solicitações de informações pertinentes ao SAC sobre legislação tributária.

Outro exemplo de melhoria impulsionada por manifestações na Ouvidoria é quanto ao agendamento de aposentadoria de servidores estaduais via Mato Grosso Previdência (MT Prev). Em janeiro/2017, o processo de agendamento mudou. A agenda passou a estar aberta para vários meses e não somente para um mês em específico. Antes, encerrando as vagas para determinado período, o servidor deveria aguardar o primeiro dia útil do mês seguinte para ligar novamente no 0800 a fim de fazer a marcação para o mês em que estava disponível o agendamento.

Ciclo de controle

No contexto de funcionar como instrumento de gestão, a Ouvidoria do Estado tem outra particularidade: integra o ciclo de controle interno pela economicidade, qualidade e agilidade da gestão pública, juntamente com as atividades de Auditoria, Controle e Corregedoria, sob a coordenação da CGE.

Na prática, significa que um conjunto de demandas que chega à Ouvidoria pode, de maneira célere e qualificada, desencadear ações de Auditoria e Controle, bem como a apuração de responsabilidade administrativa de servidores e de fornecedores, com reflexos, inclusive, no âmbito judicial.

Atuação em rede

A Ouvidoria do Estado de Mato Grosso está organizada em rede, ou seja, as ouvidorias de cada órgão e entidade estão interligadas pelo mesmo sistema eletrônico (Fale Cidadão) para registro das manifestações da sociedade e seguem diretrizes comuns de atuação estabelecidas pela CGE, por meio da Ouvidoria Geral.

Está estruturada para receber críticas, sugestões ou denúncias acerca de qualquer área de competência do Poder Executivo Estadual pelos mesmos canais de contato. São eles: discagem gratuita pelo 0800-647-1520, ligação local pelo número 162 e registro pelo endereço www.ouvidoria.mt.gov.br/falecidadao (redirecionamento está disponível em todos os sites dos órgãos estaduais).

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação da CGE-MT
E-mail: ligianiaraujo@controladoria.mt.gov.br
Telefone: (65) 3613-4017 / 9664-5208 / 9982-0209
Site: www.controladoria.mt.gov.br

Mais informações sobre o Conaci:

Ane Ramaldes
Assessora de Comunicação
E-mail: comunicacao@conaci.org.br
Telefone: (27) 99973-4547